PESQUISA QUANTITATIVA

I - O que é:
De uma maneira em geral, podemos dizer que pesquisa quantitativa consiste de uma gama de técnicas visando mensurar um determinado comportamento/opinião/, com alguma certeza estatística.
Não se trata apenas de fazer "muitas" entrevistas, mas o tipo de informação que ser quer buscar. Não existe um número determinado de entrevistas pela qual se pode dizer que o estudo é quantitativo usualmente estudos acima de 100 entrevistas podem ser considerados quantitativos.
Trata-se mais dos objetivos a serem alcançados e das técnicas a serem usadas. Se se quer medir algo: quantas pessoas são favoráveis ou contra um determinado assunto/produto/serviço, trata-se de uma pesquisa quantitativa.
Os relatórios de uma pesquisa quantitativa são expressos em porcentagem, e as análises são feitas em termos de quantidades.

II - O que se pode obter com uma abordagem quantitativa:
Pesquisa quantitativa pode ser usada quando se quer:
• Saber o potencial de mercado de um produto ou serviço novo
• Conhecer o grau de satisfação dos clientes com um produto ou serviço
• Medir o clima organizacional de uma empresa
• Medir o grau de aceitação de uma determinada mudança, que pode ser design de um produto ou de uma medida social.
• Conhecer o grau de satisfação dos eleitores com uma administração pública.
• Avaliar o desempenho eleitoral de candidatos.

• Enfim, qualquer tipo de pesquisa que você queira MEDIR algo.

III – Como pode um pequeno número de entrevistas 600 – 1200 – 2.500 representar a opinião de milhares ou milhões?
• As questões relacionadas com os números são chamadas marcos estatísticos de um determinado projeto. Porém os marcos estatísticos são apenas uma face da moeda. A resposta da pergunta acima não pode ser encontrada apenas no número final de entrevistas, mas principalmente, como estas pessoas foram selecionadas. A maneira de se selecionar quem vai ser entrevistado é conhecida como Amostragem. Amostragem é a forma / maneira que o pesquisador usa para escolher os entrevistados. Ela tem um objetivo básico: garantir que os elementos que vão ser entrevistados sejam escolhidos de maneira imparcial. a outra metade da resposta se encontra na Metodologia adotada. A palavra metodologia vem do Grego e quer dizer Caminho. Em outras palavras, quais serão os passos adotados para se realizar a pesquisa. Questões como: qual o perfil os entrevistados devem ter (Público-alvo = PA). Este perfil é definido tendo em vista o objetivo de cada pesquisa. Se uma pessoa quer ver o potencial de mercado para uma locadora de vídeo – por exemplo – o perfil do P.A. deve ser o de pessoas que tem vídeo e dvd em casa. Outra questão importante é: qual é o tamanho do mercado? Não basta saber que 85,0% dos entrevistados consideram que "com certeza alugariam" dvd e vídeos em uma locadora no bairro, tão pouco seria suficiente saber que estes consumidores alugam em média 2 – 3 fitas por semana, mas igualmente importante seria saber se existem clientes em número suficiente para manter uma locadora funcionando. Quem deve ser entrevistado? Os pais, os filhos? Ambos? Assim a Metodologia garante que o estudo esteja no caminho certo e os marcos estatísticos garantem o alcance adequado. Para se usar uma imagem, se a pesquisa fosse uma viagem de avião, a metodologia seria a garantia que o avião está na rota certa, e os marcos estatísticos seriam a garantia de que existe combustível suficiente para se alcançar o destino final. Imagine se uma empresa aérea garantisse que um determinado avião tem capacidade de voar durante 10 horas (estatística) sem parar para reabastecimento. Imagine que o local que você pretende voar esteja distante 8 horas de vôo do local de partida. Esta informação não seria suficiente para te dar segurança se você fosse informado de que os instrumentos de vôo (metodologia) não estão funcionando? No entanto se o tanque estiver cheio e os instrumentos estiverem funcionando corretamente as chances do vôo dar certo são grandes (Nível de confiança). Para determinados estudos pode-se trabalhar com uma amostra pequena – no caso de populações homogêneas, isto é, que tenham um perfil parecido – usuários do sexo masculino que usem cartão de crédito e que gastem acima de 5.000,00 mês com compras. Em outros estudos, precisa-se de uma amostra muito maior, como nas pesquisas políticas, onde o perfil a ser entrevistado é muito heterogêneo.